Links de Acesso

Irão executa homem acusado de espionagem a favor dos Estados Unidos e de Israel


Qassem Soleimani, antigo homem forte da inteligência iraniana

O Irão executou nesta segunda-feira, 20, um homem que havia sido condenado por espionagem a favor dos Estados Unidos e Israel.

Moussavi Majd foi também acusado de ter ajudado a localizar o general iraniano Qassem Soleimani, assassinado com um drone pelos Estados Unidos a 3 de janeiro.

Moussavi Majd foi condenado por fornecer informações sobre os movimentos Soleimani, o arquiteto da estratégia militar do país na região, em especial no Iraque e na Síria.

A execução de Mahmoud Mousavi-Majd ocorre no momento em que milhões de iranianos têm recorrido às redes sociais para protestar contra as sentenças de morte de três jovens acusados de participar de protestos anti-governamentais em novembro passado.

Um dos advogados dos condenados, Babak Paknia, disse que as execuções foram suspensas.

Amirhossein Moradi, trabalha numa loja, Said Tamjidi é motorista e Mohammad Rajabi, está desempregado.

A Suprema Corte do país decidiu rever o caso, informou a TV estatal ontem.

Ativistas de direitos humanos disseram que as sentenças pretendem desencorajar futuros protestos e intimidar outras pessoas a aderirem ao movimento que tem criticado o Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG