Links de Acesso

Ignorância contribui para aumento de infecções de HIV na Huíla


Na província angolana da Huíla está a aumentar a taxa de infecção de mãe para filho do vírus VIH que causa a SIDA.

Infecção de HIV aumenta na Huíla - 2:36
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:36 0:00


Mais de 65% dos casos registados de infecção com o vírus de Janeiro a Novembro são mulheres e 27% são gestantes.

Com efeito das 94.613 pessoas testadas entre Janeiro a Novembro do corrente ano, pouco mais de 2.450 casos foram dados como positivo e destes 931 foram mulheres 637 homens com 678 gestantes com um total de 217 óbitos.

Nereida Guamy do programa provincial de prevenção da transmissão do VIH da mãe para filho no maior hospital materno infantil da região, diz que a elevada taxa de analfabetismo entre a população é ainda uma ameaça na luta contra a doença.

“Nós sabemos que maioritariamente a nossa população é analfabeta e nem todos têm acesso as instituições, às escolas para poderem ter ou partilharem esta informação com amigos e colegas e por aí fora”, disse.

Preocupada com o aumento das infecções entre as mulheres está a Associação de Apoio à jovem mulher que na voz de Alice Silvestre, reconhece a necessidade de mais trabalho entre este segmento social.

“ Há mulheres que nem sequer sabem o seu estado nem sequer sabem o que é uma consulta pré natal e isto preocupa muito a nossa a associação”, disse.

Jomaiquel Fidalgo da rede das organizações de luta contra a sida na Huíla, não tem dúvidas de que a grande bandeira do programa deve centrar na prevenção primária.

“ A grande bandeira nesta luta está na prevenção primária que é a qualidade e quantidade de informação que passamos as comunidades”, afirmou

O supervisor provincial da sida na Huíla, Levi Gomes, revela que apesar das dificuldades, há serviços disponíveis para dar resposta aos desafios do programa.

“O programa funcionou com 129 serviços que fazem aconselhamento e testagem para o VIH 48 que prestam serviços de prevenção da transmissão do VIH da mãe para filho 41 que prestam atendimento a criança VIH positiva e 50 que fazem tratamento as adultos com VIH”, disse

O número total de pacientes em tratamento antirretroviral na Huíla é de 7.837.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG