Links de Acesso

Huíla e Kwanza Sul recebem novos médicos


No total, chegaram 142 profissionais

O sistema de saúde da província angolana da Huíla acaba de ser reforçado com 94 novos médicos.

No Kwanza Sul chegaram 52 profissionais de saúde, dos quais 42 médicos.

Na Huíla, a maioria, segundo soube a VOA, foi colocada em alguns municípios do interior da província que há muito registam grandes défices de pessoal médico.

Novos medicos para a Huíla1:25
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:25 0:00

Os novos médicos apresentados durante uma cerimónia na sede do Governo da província mostram-se dispostos a colaborar para a melhoria da saúde da população das localidades onde foram destacados.

“Nós vamos trabalhar no sentido de educar a nossa população e ver a importância de acudir as consultas e atendermos com maior amor possível”, disse um dos profissionais.

João Marcelino Tchipingui, governador da Huíla (centro)
João Marcelino Tchipingui, governador da Huíla (centro)

Aos novos médicos o governador da província, João Marcelino Tchipingui, apelou ao patriotismo para servir a população lá onde estão colocados.

Numa altura em que a cada ano são formados, em média, 40 novos médicos na região pela universidade, Tchipingui alertou para a necessidade dos profissionais saberem proteger o emprego.

“Como jovens angolanos vão com a convicção de que encontrarão dificuldades que vocês próprios ajudarão a resolver. Quem não proteger o seu emprego está sujeito e ficar sem ele. O país está a dedicar-se na formação de quadros tanto interno como a nível exterior”, sublinhou Tchipingui.

Kwanza Sul beneficia-se também

Por seu lado, a província da Kwanza Sul também recebeu 50 profissionais, que, segundo odirector provincial da Saúde, Abreu Undongo, vão reforçar os serviços de assistência médica e medicamentosa à população.

Undongo lembra que há muito a província clamava por mais médicos.

Novos medicos para o Kwanza Sul - 0:49
please wait

No media source currently available

0:00 0:00:49 0:00

A cidade do Sumbe vai receber 10 profissionais, Libo,,cinco, e Cela, quatro.

Os demais municípios beneficiam-se de dois ou um médico cada.

Refira-se que os médicos formaram-se em Cuba.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG