Links de Acesso

Guterres condena ataques contra soldados da paz no Mali


António Guterres (esquerda) e o general maliano Didier Dacko, em 2018.

O Secretário-Geral das Nações Unidas condenou os recentes ataques no Mali que mataram e feriram forças de paz da aliança.

Um porta-voz de António Guterres disse que o chefe da ONU ficou "profundamente entristecido" com a morte de um soldado da paz nigeriano, que "sucumbiu após o ataque de homens armados não identificados em Timbuktu".

Guterres desejou uma "rápida recuperação" a outro soldado da paz nigeriano que foi ferido no mesmo ataque.

Num incidente separado, três soldados da paz do Chade foram feridos, em Tessalit, na região de Kidal, no Mali, quando o veículo blindado atingiu um engenho explosivo não identificado.

Guterres desejou-lhes "uma rápida recuperação".

Atacar os pacificadores pode ser um crime de guerra, disse Guterres, que exortou as autoridades do Mali "a agir rapidamente para identificar os autores desses ataques e prontamente levá-los à justiça".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG