Links de Acesso

Guiné-Bissau: CNE garante a realização de “Legislativas” este ano

  • Lassana Casamá

Cidade de Bissau, por altura das Eleições Gerais de 13 de Abril de 2014.

Mas alguns defendem a eleição antes de um novo presidente da CNE, uma vez que o órgão está, há muito tempo, sem liderança .

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau garante condições técnicas para organizar o escrutínio legislativo em maio próximo, de acordo com o calendário leitoral.

Guiné-Bissau: CNE garante a realização de “Legislativas” este ano
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:35 0:00

A garantia foi dada pelo Secretário Executivo da CNE, José Pedro Sambú, depois de ter apresentado, ontem, ao presidente da república o respectivo cronograma.

A maioria dos partidos políticos aceita o cronograma apresentado pela CNE ao Chefe de Estado, José Mário Vaz, e ao presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá.

“A realização das eleições em 2018, em Maio, constitui um imperativo legal e constitucional, que o povo e a classe política não podem e não deve contornar. A lei e a Constituição, nos obriga a esta realidade”, disse José Paulo é o líder do Movimento Patriótico:

Mas alguns defendem, como primeiro passo, a eleição de um novo presidente da CNE, uma vez que o órgão está, há muito tempo, sem liderança depois da partida de Augusto Mendes para um posto internacional.

Este argumento, disse José Paulo, carece de substância: “ É uma falácia, porque temos alguém que, interinamente, está a substituir o presidente da CNE, legalmente, o que está prevista na lei. Agora, dano seria continuar um parlamento e um governo caducos, já que a legislatura termina em este ano”.

Ainda na perspectiva do calendário eleitoral, o presidente da República, José Mário Vaz, esteve reunido hoje,4, com os responsáveis do Gabinete de Apoio Técnico ao Processo Eleitoral, encarregue de recenseamento e actualização de cadernos eleitorais, que afirmou não ter condições operacionais para assumir o processo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG