Links de Acesso

Greve impossibilita a travessia Maputo-Katembe


Cidade de Maputo vista de Katembe.

Ponte Maputo-Ka Tembe é vista como solução para os constantes problemas de avaria e paralisações, mas não se conhece a data da sua conclusão.

Milhares de trabalhadores, estudantes e comerciantes viram-se privados de efectuar a travessia da Baia de Maputo entre a capital e o distrito municipal da Katembe, por conta da greve dos trabalhadores da empresa pública Transmarítima.

Junto ao ponto de travessia, a VOA viu utentes frustrados.

"Atravessar para a escola não foi fácil. Levei duas horas”, disse um estudante, seguido por um trabalhador que reclamou que "estou aqui desde as cinco horas devido à dificuldade da Transmarítima, não consegui atravessar a tempo”.

A greve foi o último recurso usado dos trabalhadores que exigem o pagamento do 13º salário do ano 2016, aumento salarial e o afastamento de três administradores da empresa com elevados salários.

"Nós queremos aquilo que é nosso; não iremos sair daqui. Ele que vá aonde vá é que vá buscar o dinheiro, nós queremos a solução", disse um trabalhador.

Ricardo Nhabanga, representante sindical, afirma que grevistas “acham que são os que ganham mais de cem mil meticais que estão a arruinar o pobre do trabalhador.”

Nas negociações, o sindicato e a direcção "não houve consenso e então decidimos afastarmo-nos e entregamos a solução do problema aos trabalhadores e é aquilo que está a verificar-se".

Jafar Rubi, presidente do Conselho de Administração da Transmarítima, explica que o atraso do pagamento do 13º salário deve-se ao facto de a empresa ser deficitária.

"As empresas pagam o 13º salário quando tiverem balanço positivo. Nós não tivemos um balanço positivo. Nos últimos quatro a cinco anos, a empresa tem sido deficitária, isso todo mundo sabe,” justifica Rubi.

Durante a paralisação a travessia na Baia de Maputo foi assegurada por pequenos barcos, com capacidade máxima de 30 passageiros. São embarcações cuja segurança é duvidosa.

Refira-se que a Ponte Maputo-Ka Tembe é vista como solução para os constantes problemas de avaria e paralisações que tem acontecido com as embarcações da Transmarítima.

Porém, o término das obras da ponte, inicialmente apontada para Dezembro próximo, está agora sem data.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG