Links de Acesso

Granada atirada contra primeiro-ministro palestiniano deixa sete feridos


Caravana do primeiro-ministro em Gaza

Rami Hamdallah e Presidente da Autoridade Palestiniana responsabiliza o Hamas

Uma granada atirada contra o carro em que seguia o primeiro-ministro da Autoridade Palestiniana, deixou sete pessoas feridas nesta terça-feira, 13, em Gaza.

A explosão, entretanto, não atingiu Rami Hamdallah nem o chefe dos Serviços de Informações, Majid Faraj, que também se encontrava na comitiva.

As agências de notícias não informaram a identidade das pessoas feridas nem a gravidade dos ferimentos.

O primeiro-ministro realizava uma visita à faixa de Gaza, que, no entanto, foi encurtada.

O Presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, condenou o que chamou de "atentado covarde" e responsabilizou o movimento islâmico Hamas.

O Hamas governa a Faixa de Gaza desde 2007, quando expulsou do território os representantes da Autoridade Palestina..

Em Outubro do ano passado, o Hamas aceitou ceder o controlo do território à Autoridade Palestina, num acordo assinado em Cairo com a Autoridade Palestiniana, masqe ainda não foi colocado em prática.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG