Links de Acesso

Governo da Bolívia expulsa diplomatas do México e da Espanha


Presidente Jeanin Añez acusa-os de ajudar antigos governantes

O Governo interino da Bolívia declarou nesta segunda-feira, 30, a embaixadora do México Maria Teresa Mercado e dois diplomatas espanhóis como 'personas non gratas' e deu-lhes 72 horas para deixarem o país.

A Presidente interina, Jeanine Áñez, acusou os diplomatas de tentar ajudar ex-membros do Governo do Presidente deposto, Evo Morales, a sair da residência da embaixadora do México, onde estão desde a renúncia de Morales, em Novembro.

"Este grupo de representantes dos governos do México e de Espanha prejudicaram gravemente a soberania do povo e do Governo constitucional da Bolívia", afirmou Áñez, numa comunicação feita a partir do Palácio do Governo de la Paz.

O Governo do Mexico reagiu pedindo à sua embaixadora que deixe a Bolívia para evitar qualquer risco à sua integridade física.

A Espanha ainda não se pronunciou.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG