Links de Acesso

Governo angolano aguarda pela UNITA para entregar os restos mortais de Jonas Savimbi


João Lourenço na conferência de imprensa anual

Garantia foi dada por João Lourenço que diz estar o Governo preparado para tal

O Presidente angolano afirmou que a exumação dos restos mortais do líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, depende apenas da decisão do partido da oposição e família.

João Lourenço fez esta declaração na sua conferência de imprensa anual realizada nesta sexta-feira, 21, em Luanda.

“A UNITA está a atrasar o processo", afirmou João Lourenço, que garantiu estar o seu Governo preparado.

"Estamos preparados para, a qualquer momento, depositar os restos mortais onde quiserem. Mas a UNITA pede-nos calma”, acrescentou o Presidente.

Jonas Savimbi
Jonas Savimbi

"A UNITA queixava-se da lentidão do processo, mas nós estamos a tentar resolver o caso. É como se dissessem agora: ‘não, não. Tenham calma. Não temos pressa'", continuou João Lourenço, garantindo que o processo terá também de passar por testes de ADN.

Desde a morte de Joanas Savimbi, em 2002, familiares e a UNITA têm pedido insistentemente os restos mortais do fundador do partido para que tenha um enterro em família.

No primeiro encontro entre o Presidente, João Lourenço, e o líder da UNITA, Isaías Samakuva, em Outubro de 2017, o assunto foi tratado, a pedido de Samakuva, tendo Lourenço garantido que os restos mortais de Savimbi seriam entregues.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG