Links de Acesso

Gana, Quénia e Malawi vão testar primeira vacina contra a malária


O teste será realizado em crianças dos 5 a 17 meses de idade.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) escolheu o Gana, Quénia e Malawi para testar a primeira vacina contra a malaria, no próximo ano.

O teste será realizado em crianças dos 5 a 17 meses de idade.

A vacina injectável, designada RTS ou Mosquirix, foi criada pela farmacêutica britânica GlaxoSmithKline.

A Malária é uma doença transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium.

A OMS disse em comunicado que a o programa piloto avaliará o potencial da vacina na redução de mortes na infância e a sua segurança no uso rotineiro.

A possibilidade de uma vacina contra a malária é uma grande notícia; as informações reunidas no programa piloto nos ajudarão a tomar decisões sobre o uso alargado desta vacina, disse a Dra Matshidiso Moeti, Directora Regional da OMS para a África.

"Combinado com as intervenções existentes contra a malária, essa vacina terá o potencial de salvar dezenas de milhares de vidas em África", acrescentou.

As intervenções contra a malária incluem o uso de redes mosquiteiras tratadas com insecticida e pulverização.

Em 2015, aproximadamente 429 mil pessoas morreram de malária em África, a maioria crianças.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG