Links de Acesso

Fraude na atribuição de cartas de condução em Nampula

  • Adina Sualehe

Quinhentos exames foram anulados

Candidatos burlaram o sistema informático pagando a examinadores e guardas da sala de exame

Mais de 500 exames teóricos de candidatos a condutores de automóveis realizados entre os meses de Junho do ano passado e Janeiro deste ano foram anulados pelo Instituto Nacional de Transportes Terrestres (INATTER), na província moçambicana de Nampula, devido a fraudes.

De acordo com informações do Instituto, os candidatos pagaram aos examinadores e guardas das salas de exame para facilitar a sua aprovação nos exames.

Em 2014, o INATER introduziu o sistema integrado de exames multimédia para garantir a segurança e transparência e combater a corrupção na instituição.

Apesar do exame no computador o candidato ser identificado por impressão digital, muitos conseguiram contornar o sistema e obter a aprovação por meios fraudulentos.

Criada comissão de inquérito

Uma nota divulgada recentemente ordenou a suspensão dos exames e determinou que os candidatos envolvidos no esquema de corrupção sejam submetidos a novas provas um ano depois da data.

O director provincial de Transportes e Comunicações em Nampula, Francisco Bonzo, não avançou detalhes, mas confirmou as irregularidades.

Ele, disse, no entanto que foi criada uma equipa de inquérito para investigar do caso.

Refira-se que nos últimos 12 meses, foram registados 211 acidentes de viação na província de Nampula.

Apesar da redução do número de acidentes em relação a anos anteriores, utentes da via pública revelam a sua preocupação com a existência de condutores sem habilitação para condução, o que pode constituir um grande atentado à segurança rodoviária.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG