Links de Acesso

Força Aérea nigeriana mata civis por engano

  • Redacção VOA

Abubakar Shekau, líder do Boko Haram.

A Força Aérea da Nigéria matou um número ainda não determinado de civis por engano num ataque aéreo nesta terça-feira, 17), que deveria ter como alvo militantes do grupo extremista Boko Haram.

A agência Associated Press e a organização não governamental Médicos Sem Fronteiras (MSF) disseram que o bombardeamento foi feito contra um campo de refugiados.

Os MSF dizem ter visto cerca de 50 mortos e 120 feridos, mas há fontes apontam para mais de 100 mortos.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha afirmou que seis dos seus funcionários estão entre os mortos.

A Reuters indicou que o comandante Lucky Irabor informou que o ataque foi feito em Kala Balge, no Estado de Borno.

“De alguma maneira, alguns civis foram mortos. Ainda estamos a investigar o número de pessoas mortas no ataque aéreo”, disse Irabor, em Maiduguri.

Ele disse que o ataque aconteceu a partir da informação de que militantes do Boko Haram estavam na área.

O norte da Nigéria é alvo de ataques por parte do grupo terrorista Boko Haram, que almeja criar um califado islâmico

XS
SM
MD
LG