Links de Acesso

Fome severa afecta 400 mil pessoas em Sofala


Moçambique enfrenta dramáticas consequências das mudanças climáticas

Mais de 400 mil pessoas enfrentam uma situação de fome severa na província central moçambicana de Sofala, provocada por mudanças climáticas e cujos efeitos se fazem sentir sobretudo na produção agrícola.

Fome severa afecta 400 mil pessoas em Sofala
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:11 0:00

A maior parte das pessoas que sofrem da fome esgotou as suas reservas alimentares, revela o director provincial de Agricultura e Segurança Alimentar em Sofala.

Adérito Mavie realçou que "estamos a falar de 417 mil pessoas que devem merecer atenção ao nível do Governo, no sentido de assegurar que estas pessoas tenham alimentos para a sua sobrevivência".

As mudanças climáticas, que resultam na escassez de chuvas e em ciclones, ou outros fenómenos, estão na origem da fraca produção de alimentos, não só em Sofala como também noutras províncias moçambicanas.

Entretanto, o economista João Mosca reconhece o impacto das mudanças climáticas sobre a agricultura, mas considera que a falta de investimentos significativos em infraestruturas agrava os problemas no sector.

"O Estado devia apostar muito em regadios", conclui.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG