Links de Acesso

FNLA continua com "fogo cruzado"

  • Manuel José

Bandeira da FNLA

Amplo Movimento para Unidade e Resgate da FNLA reage a declarações do porta-voz Geovety de Sousa.

O auto-denominado Amplo Movimento para Unidade e Resgate da FNLA diz não haver qualquer intenção de destituir o actual presidente do partido, Lucas Ngonda, nem constituir-se numa terceira força.

Ndonda Nzinga, porta-voz do grupo, reage assim às declarações do porta-voz da FNLA, Geovety de Sousa, à VOA, onde acusou o Amplo Movimento de tentar destituir Lucas Ngonda.

O grupo assegura ter como único propósito unificar o partido e evitar o seu desaparecimento.

"Uma da condição sine qua non e que todos assinaram é reconhecer Lucas Ngonda como único presidente da FNLA até às eleições deste ano”, disse Ndonda Nzinga, que reitera não fazerem qualquer sentido as recentes declarações de Geovety de Sousa.

O Amplo Movimento esclarece também que não tenciona, como alguns fizeram crer, ser uma terceira ala dentro da FNLA.

''Não existe uma terceira via, o Amplo Movimento quer apenas alcançar a unidade na FNLA, quem agora está a obstaculizar esta unidade é o irmão Lucas Ngonda, que é lider'', reitera Ndonda Nzinga.

O auto-denominado Amplo Movimento para Unidade e Resgate da FNLA enviou uma carta ao presidente do partido a 8 de Agosto do ano passado, assinada e respondida por um representante de Lucas Ngonda, que, segundo Nzinga, “diz claramente qual a intenção do Amplo Movimento que era de ter um encontro para concertação pública no sentido de levar a FNLA, com Lucas Ngonda à cabeça até às eleições como uma única direccão”.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG