Links de Acesso

FLEC/FAC anuncia morte de seis militares das FAA em Cabinda

  • Redacção VOA

Informação não foi confirmada nem pelo Governo angolano nem por qualquer fonte independente.

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC) reivindicou a morte de seis operacionais do exército angolano, em confrontos com as Forças Armadas Cabindesas (FAC), lançando avisos aos estrangeiros no território.

O autodenominado Estado-Maior da FLEC-FAC, uma das facções que luta pela independência de Cabinda, revelou ter morto seis membros as Forças Armadas Angolanas na passada segunda-feira, 5, na povoação de Mbongozi-Muno, a 15 quilómetros de Buco-Zau.

"Uma patrulha do exército angolano deu de caras com as FAC. Seis mortos nas fileiras das FAA, bem como mais três feridos graves", lê-se no chamado “comunicado de guerra” enviado às redacções.

Na nota, "o Estado-Maior General das FAC adverte todos os estrangeiros residentes ou de passagem em Cabinda para tomarem todas as suas precauções, dado que o território está em estado de guerra, declarada pelo regime do MPLA", embora, segundo a mesma fonte, as autoridades não reconhecerem haver instabilidade da região.

O grupo acusa o MPLA de ter deixado "perfeitamente clara a sua intenção de prosseguir as operações militares" em Cabinda e de "recusar conversações".

A informação não foi confirmada nem pelo Governo angolano nem por qualquer fonte independente.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG