Links de Acesso

Ferroviário da Beira vence equipa anfitriã DUC do Senegal


Fim do jogo entre o Ferroviário da Beira (Moçambique) e o DUC (Senegal), Dacar, Senegal. 8 de Março. Os locomotivas do Chiveve derrotaram os universitários

O Ferroviário da Beira alcançou a sua primeira vitória na Liga Africana de Basquetebol (Basketball África League) ao derrotar ao Dakar University Clube do Senegal por 98-92, na segunda partida que disputa nesta segunda edição da liga profissional organizada pelo NBA e pela FIBA e que decorre na capital senegalesa.

As duas formações vinham de derrotas na jornada inaugural, o Ferroviário da Beira a perder para o candidato ao título US Monastir por 77-71 e o DUC do Senegal perdeu diante do SLAC da Guiné Conacri por 70-85, só a vitória interessava as duas equipas para não perderem o comboio da qualificação para a fase final a decorrer em Kigali, no Ruanda.

O jogador do Ferroviário da Beira, Jermelle Kennedy, depois do jogo da BAL contra o DUC. Dacar, Senegal, 8 de Março de 2022
O jogador do Ferroviário da Beira, Jermelle Kennedy, depois do jogo da BAL contra o DUC. Dacar, Senegal, 8 de Março de 2022

Diante do ruidoso público que marcou presença assinalável na Arena de Dakar, os “locomotivas” do Chiveve não se deixaram intimidar perante a equipa anfitriã e prova disso é que o pupilos de Luiz Lopez Hernandez entraram melhor e terminaram o primeiro quarto em vantagem por 29-20.

No segundo quarto, a equipa universitária de Dakar reagiu bem, graças ao seu melhor jogo nos lançamentos exteriores e conseguiu um parcial de 21-33 que levou a partida achegar ao intervalo o resultado de 50-53, três pontos de vantagem para a equipa anfitriã que eram indicativos do equilíbrio que se estava a disputar a contenda.

Após o descanso observado no intervalo, o Ferroviário da Beira voltou melhor, particularmente no seu jogo exterior, ou seja, ao longo dos 10 minutos anotou sete lançamentos dos três pontos, destacando-se a actuação de Jermelle Kennedy e William Perry, enquanto na defesa o postes Ayad Munguambe e Helton Ubisse conquistaram ressaltos, o que fez com que a equipa moçambicana chegasse a uma diferença de 11 pontos, visto que esta etapa terminou 29-15, colocando o resultado em 79-68.

Porém, no último quarto a equipa da casa galvanizada pelo seu publicou encetou uma recuperação no marcador, mas os “locomotivas” do Chiveve não perderam discernimento, continuaram a controlar a marcha do marcador, ainda que o quarto tenha terminado com um parcial de 19-24 que não inibiu a vitória do Ferroviário da Beira por 98-92.

Na partida que teve o maior número de pontos nos jogos até aqui disputados em que o resultado quase chegava a casa das centenas, os destaques vão para a actuação de Jermelle Kennedy que terminou o jogo com 27 pontos, 9 ressaltos e 5 assistências, enquanto do lado dos senegaleses foi Hameed Tariq Ali o jogador que esteve em evidência ao concretizar 26 pontos e 6 assistências.

Na equipa moçambicana há ainda a destacar as actuações de Ayade Munguambe que fez 15 pontos e 7 ressaltos e William Pery que anotou 16 pontos, capturou 6 ressaltos e fez 6 assistências voltando a estar a bom nível.

O Ferroviário da Beira volta a jogar nesta quarta-feira, pelas 23:00 Horas de Maputo, devendo defrontar a formação da Associação Desportiva do Salé que nesta terça-feira observou um dia de descanso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG