Links de Acesso

Federação Internacional de Atletismo suspende mudança de nacionalidade de atletas


Tirunesh Dibaba, da Etiópia (direita) a frente de Belaynesh Oljira também da Etiópia (centro) e Gladys Cherono, do Quénia, numa prova de 10 mil metros da IAAF.

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) decretou a suspensão imediata das mudanças de nacionalidade por atletas alegando que o sistema se tornou exposto a abusos e que as regras são manipuladas.

Sebastian Coe, Presidente da IAAF disse que um grupo de trabalho será criado para definir as novas regras até o final deste do ano.

Numa conferêncvia de imprensa, ontem, Coe disse que "tornou-se abundantemente claro que com transferências múltiplas regulares de filiação, especialmente na África, as regras actuais não são mais adequadas”.

"O atletismo tem que ser baseado em equipas nacionais e está particularmente vulnerável”, acrescentou.

"As regras não dão a protecção necessária aos atletas, elas estão expostas ao abuso. Muitas federações recebem regularmente relatos de atletas que estão disponíveis para trocas.”

Segundo a Reuters, a IAAF afirmou que a suspensão não afectará os 15 pedidos para trocas já feitos.

Diferentemente de modalidades como o futebol, o atletismo permite a mudança de nacionalidade dos atletas mesmo depois de eles terem representado um país em competições internacionais.

Essas mudanças foram feitas por dezenas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

XS
SM
MD
LG