Links de Acesso

Familiares de Julino Kalupeteka pedem a sua transferência para o Huambo

  • Manuel José

Os familiares e o advogado de Jose Julino Kalupeteka, lider da seita “A Luz do Mundo”, condenado a 28 anos de prisão, por homicídio voltaram a pedir a sua transferência da cadeia de Benguela, para o Huambo, local onde residem todos os seus familiares.

Julino Katupe, um dos filhos de Josè Julino Kalupeteka disse à VOA que os familiares haviam solicitado no princípio deste ano que Kalupeteka fosse transferido, para o Huambo, sua residência e dos familiares próximos, para facilitar as visitas ao preso.

As autoridades penitenciárias transferiram Kalupeteka para o Bié e depois de protestos da família Kalupeteka voltou a ser levado para Benguela onde se encontrava.

“Em Benguela fica muito complicado para os familiares, sair do Huambo, para ir visitar o pai em Benguela, não temos dinheiro", disse Katupe

Josè Julino Kalupeteka foi condenado a 28 anos de prisão, em Abril do ano passado, por homicídio de nove efectivos da polícia nacional no Huambo.

Com ele foram igualmente julgados e condenados outros nove seguidores da seita “A Luz do Mundo”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG