Links de Acesso

Ex vice-governador do Namibe culpado de peculato e outros crimes mas sai em Liberdade


José Tchindongo António, antigo vice-governador do Namibe (dir) e Josimar de Sousa, arguido, (esq), no Tribunal de Namibe

Tribunal decide por pena suspensa para o ex vice-governador e o seu co-réu

O antigo vice-governador do Namibe, José Tchindongo António, foi considerado culpado por um tribunal da Bibala de "peculato, associação criminosa e branqueamento de capitais", mas nāo vai cumprir qualquer pena de prisāo.

O antigo vice-governador e ainda Josimar de Sousa foram condenados a dois anos de prisāo mas a pensa foi suspensa por 5 anos pelo que os réus saíram em liberdade.

O tribunal concordou que houve inserção de Josimar de Sousa fraudulentamente na função de assessor jurídico pelo seu cunhado Tchindongo António o que causou aos cofres do estado um desfalque de mais de um milhão de kwanzas.

Cesar Paulino Quevie, Procurador da República naquele tribunal discorda com a sentença e disse que o Ministério Público vai recorrer a instância superior deste tribunal.

Para Quevie a sentença “não era de esperar porque a prova foi produzida e os autos falam por si e os arguidos foram confessos".

"Tendo havido cometimento do crime e estando o crime por via de produção de provas confirmado e existindo o seu agente o que se espera é a condenação e não a absolvição, pronto vamos aguardar", concluiu o representante do ministério público.

A procuradoria tem agora 20 dias para recorrer da decisāo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG