Links de Acesso

EUA prestes a aprovar primeira vacina Covid-19


Um frasco da vacina Covid-19 da Pfizer-BioNTech

Aprovação é analisada um dia depois do país ter registado o maior número de mortos num só dia

Depois de mais de 15,3 milhões de infecções no total, os Estados Unidos estão prestes a obter uma vacina Covid-19 segura e eficaz.

Um painel especial da Food and Drug Administration (FDA) agência que regula medicamentos e alimentos, reúne-se nesta quinta-feira, 10, para considerar a concessão de autorização de uso de emergência para a nova vacina desenvolvida pela gigante farmacêutica norte-americana Pfizer e pela BioNTech da Alemanha.

Se o Comité Consultivo de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados recomendar a autorização de emergência conforme o esperado, a FDA provavelmente dará seu consentimento final na sexta-feira ou sábado.

O Governo federal enviará imediatamente 6,4 milhões de doses da vacina pelos Estados Unidos, com os profissionais de saúde da linha de frente a receberem prioridade nas primeiras inoculações.

Os militares também darão prioridade aos seus profissionais de saúde para a alocação inicial da vacina Pfizer / BioNTech, que terá pouco menos de 44.000 doses.

Um porta-voz do Pentágono disse a repórteres na quarta-feira que os militares iniciarão as vacinas "dentro de um ou dois dias" após a FDA aprovar a autorização de uso de emergência.

As vacinações serão voluntárias no início, mas podem se tornar obrigatórias assim que a vacina for totalmente licenciada.

A reunião de hoje será realizada um dia depois que os Estados Unidos registraram mais de 3 mil mortes de Covid-19 num único dia pela primeira vez na pandemia de quase um ano.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG