Links de Acesso

EUA apontam o dedo a Coreia do Norte por ataque cibernético global

  • Redacção VOA

Mensagem do WannaCry exigindo o resgate. Maio, 2017.

"O ataque foi generalizado e custou milhares de milhões", disse o assessor de segurança nacional Tom Bossert num artigo de opinião no Wall Street Journal, na noite desta segunda-feira.

A Administração Trump acusa oficialmente a Coreia do Norte de lançar um ataque cibernético incapacitante que afectou centenas de milhares de computadores em todo o mundo, no início deste ano.

"O ataque foi generalizado e custou milhares de milhões", disse o assessor de segurança nacional Tom Bossert num artigo de opinião no Wall Street Journal, na noite desta segunda-feira.

Faz tempo que Pyongyang era muito suspeita de ter espalhado, em Maio, um vírus de computador chamado WannaCry, que bloqueou usuários de, pelo menos, 150 países do acesso a arquivos e outras funções críticas.

Entre os afectados consta a empresa americana de correio FedEx, a espanhola Telefonica e os Serviços Britânicos de Saúde.

Na última insttituição, os hospitais foram forçados a cancelar operações e desviar ambulâncias para outras unidades.

Os atacantes exigiam um resgate para o desbloqueio de computadores infectados.

O “WannaCry” terá eventualmente sido travado por um hacker britânico.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG