Links de Acesso

EUA ainda sem informação sobre provável extradição de Alex Saab


state department logo

Os Estados Unidos continuam a aguardar por uma decisão final sobre a extradição do empresário colombiano Alex Saab detido há vários meses em Cabo Verde não tendo recebido qualquer nova informação sobre a sua situação, disse a porta-voz do Departamento de Estado Jalina Porter.

“Não temos qualquer nova actualização a revelar sobre isto mas podemos assegurar que quando tivermos iremos revelar isso no nosso portal ou no briefing diário”, disse Porter.

No passado dia 17 de Março O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de Cabo Verde recusou o recurso da defesa do enviado especial da Venezuela Alex Saab contra a decisão do Tribunal de Relação de Barlavento que, a 4 de Janeiro, determinou a sua extradição para os Estados Unidos, onde é acusado de lavagem de dinheiro.

O gabinete do advogado espanhol Baltasar Garzon, que lidera a equipa de defesa, disse na altura que iria apresnetar um recurso ante o Tribunal Constitucional.

O empresário, que é natural da Colômbia mas um colaborador próximo do Presidente da Venezuela Nicolás Maduro, que lhe deu o estatuto de enviado especial, foi detido a 12 de Junho de 2020 na ilha do Sal a caminho do Irão, onde, segundo ele, pretendia negociar a compra de alimentos para Caracas, como forma de contornar sanções dos Estados Unidos.

A sua provável extradição para os Estados Unidos poderá resultar na revelação de redes montadas pelo Venezuela e Irão para contornarem sançoes internacionais e dos Estados Unidos

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG