Links de Acesso

UE espera que processo eleitoral angolano seja concluído com transparência

  • Redacção VOA

Federica Mogherini

Ida dos angolanos às urnas revela seu compromisso com a democracia num processo marcado pela eficiente organização

A União Europeia (UE) destacou o clima pacifico dos angolanos ao irem às urnas, demonstrando o seu compromisso com a democracia e realçou ser importante que o processo seja concluído com transprência.

"Os eleitores foram às urnas em grande número num clima pacífico, demonstrando o seu compromisso com a democracia", lê-se no comunicado divulgado pela Alta Representante para os Negócios Estrangeiros e Política de Segurança da UE.

Sem se posicionar frente aos resultados ou às acusações da oposição, Federica Mogherini, sublinhou, no entanto, que “esta altamente contestada eleição foi marcada por uma eficiente organização do processo de votação”.

Mais à frente Mogherini afirmou que “neste momento, é importante que o processo eleitoral seja concluído com total transparência e que qualquer queixa apresentada o seja por meios legais".

Para a UE, as eleições representaram “um importante momento de transição política no país" e, apesar de o Governo de Angola não ter permitido a entrada de observadores do bloco, a Alta Representante para os Negócios Estrangeiros e Política de Segurança da UE garantiu que “vai continuar a acompanhar o processo e está pronta para melhorar as relações bilaterais com Angola neste novo capítulo da sua história".

Em conclusão, a UE espera que “em eleições futuras, devem prosseguir os esforços para consolidar as condições de igualdade".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG