Links de Acesso

Etiópia: Morto general acusado de tentativa de golpe


A morte de Ambachew Mekonnen é destacada na imprensa do país.

Asamnew Tsige, o general acusado de tentar tomar a região norte etíope de Ahmara , no sábado, 22 de Junho, foi morto a tiro, soube a VOA.

Um jornalista disse à VOA que o general Tsige foi morto, na cidade de Bahir Dar, a capital do Estado, quando tentava fugir das forças de segurança.

Ele era chefe de segurança do Estado.

A imprensa estatal reitera que Tsige liderou o grupo de homens armados que invadiu a sala onde decorria um encontro, na cidade de Bahir dar.

Na tentativa de Golpe, foram mortas quatro pessoas, incluindo o presidente regional, Ambachew Mekonnen.

O procurador regional, Migbaru Kedebe, alvejado na intentona, também morreu, reporta a imprensa estatal.

Vários outros indivíduos que participaram na intentona de sábado foram presos.

Horas depois da frustrada tentativa, o Chefe do Estado-Maior etíope foi morto, na sua casa, na cidade de Addis Ababa, pelo seu guarda-costas.

Motivações pouco claras

As autoridades etíopes dizem que os dois incidentes estão relacionados, mas que as motivações ainda não estão claras.

Analistas dizem que o general Tsige, nacionalista Ahmara, corria o risco de perder o seu posto, alegadamente por ter intenções de formar uma milícia.

Asamnew Tsige fora libertado da prisão, no ano passado, após ter sido amnistiado por uma tentativa semelhante de golpe.

A embaixada dos Estados Unidos, em Addis, disse que "os ataques contra esses homens também foram um ataque às instituições e à nação que eles serviram”.

No mesmo comunicado, lê-se que “os Estados Unidos permanecem firmes no seu apoio à Etiópia, na busca de reformas políticas e económicas que representam o caminho mais seguro para a prosperidade, inclusão política e estabilidade”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG