Links de Acesso

Estudos mostam que RNA e TPA favorecem MPLA

  • Coque Mukuta

TPA

Jornal de Angola recebe nota positiva do Sindicato dos Jornalistas

A Televisão e rádio estatais de Angolano são extremamente tendenciosos a favor do partido no poder, revelam dois estudos sobre a cobertura eleitoral em Angola.

Um dos estudos mostra no entanto que o Jornal de Angola está a ser equilibrado em termos de cobertura noticiosa.

O Sindicato dos Jornalistas Angolanos e a organização não-governamental recém-criada, Handeka publicaram esta semana os seus relatórios sobre a primeira semana de monitorização da cobertura da imprensa nacional às campanhas eleitorais dos partidos políticos que concorrerem para o pleito de Agosto.

Para a organização não-governamental, Handeka, cerca de 85% do tempo dedicado pelas televisões e rádios angolanas à cobertura da campanha eleitoral, entre 23 e 27 de Julho, foi ocupado pelo MPLA, com 332 em 500 minutos que os voluntários do projecto "Jiku" afirmam ter monitorizado.

O Sindicato dos Jornalistas também chegou à mesma conclusão acrescentando que a Rádio Despertar favorece a UNITA.

O secretário-geral do sindicato Teixeira Cândido fez nt entanto notar que em termos noticiosos o Jornal de Angola está a dar tratamento igual a todas as forças politicas embora em termos de colunas de opinião haja tendência a favor do MPLA.

“O Jornal de Angola no que as notícias dizem respeito está equilibrado mas é preciso dizer que existem lá colunistas que dão mas enfase ao MPLA”, disse

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG