Links de Acesso

Estados Unidos: Polícia federal persegue manifestantes em Portland


Portland, Oregon, 18 de julho, 2020

Agentes da policias federal usando equipamento anti-motim terão supostamente afastado pessoas em protestos, na cidade de Portland, Oregon, neste sábado, 18, após a procuradora-geral do estado anunciar que estava a processar o governo federal pela prisão de manifestantes.

A polícia de Portland declarou ilegal a manifestação, no centro da cidade, no início da manhã de sábado e policias federais e locais sem distintivos claros de identificação convergiram simultaneamente "contra os manifestantes", escreve o jornal do Oregon.

Um porta-voz da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA disse na sexta-feira que seus agentes foram enviados à cidade para reforçar a recém-criada unidade do Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS), que o presidente Donald Trump encarregou de proteger monumentos e edifícios federais em Portland.

Manifestantes contra o racismo, Portland, Oregon
Manifestantes contra o racismo, Portland, Oregon

A manifestação da manhã de sábado foi o mais recente protesto diário em torno do tribunal federal em Portland, desde que George Floyd, um afro-americano, foi morto em Minneapolis em 25 de maio, depois de ser detido por uma polícia branco.

Protestos anti-racismo rapidamente eclodiram em Minneapolis e se espalharam para outras cidades dos EUA, como Portland, e para outros países do mundo.

Na sexta-feira, 17, a União Americana das Liberdades Civis (ACLU) de Oregon chamou as ações de oficiais federais contra manifestantes em Portland de "totalmente inconstitucionais".

"O que está a acontecer agora em Portland deve preocupar a todos os Estados Unidos", disse Jann Carson, diretor executivo interino da ACLU Oregon. "Geralmente, quando vemos pessoas em carros sem identificação prendendo alguém na rua à força, chamamos de sequestro".

Nova Iorque: Presidente camarário Bill DeBlasio iniciou reforma policial
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:01 0:00

O vice-secretário interino de Segurança Interna, Ken Cuccinelli, disse, num programa da estação NPR que os agentes federais usaram veículos não identificados para prender pessoas em Portland. Ele explicou que isso foi para manter os policias seguros e longe das multidões e transferir os detidos para um "local seguro para interrogatório".

O presidente camarário de Portland, Ted Wheeler, disse, na sexta-feira, que quer que o presidente Trump retire os oficiais federais militarizados. "Mantenha as suas tropas nos seus próprios edifícios, ou peça para eles deixarem a nossa cidade", disse Wheeler, após relatos de que a polícia havia prendido pessoas que não estavam em propriedades federais.

A procuradora-geral do Oregon, Ellen Rosenblum, disse que estava a iniciar uma ação contra o governo federal por deter pessoas sem causa provável.

Multidões protestaram na sexta-feira pela 51ª noite consecutiva desde o final de maio. Foi reportado que os agentes federais usaram gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG