Links de Acesso

Estados Unidos formam fuzileiros moçambicanos para prevenir o terrorismo


Moçambique - campo 25 de Junho para deslocados da insurgência extremista em Cabo Delgado,

E ofereceram equipamento médico e de telecomunicações

O Governo americano iniciou, nesta segunda-feira, 15, o apoio a Moçambique na formação de fuzileiros, no âmbito da prevenção da propagação do terrorismo e do extremismo violento.

Moçambique enfrenta ataques de extremistas do Estado Islâmico em Cabo Delgado.

“Os Estados Unidos estão empenhados em apoiar Moçambique com uma abordagem multifacetada e holística para combater e prevenir a propagação do terrorismo e do extremismo violento”, diz uma nota da embaixada em Maputo.

A nota sublinha que “a protecção civil, os direitos humanos, e o envolvimento da comunidade são centrais para a cooperação dos E.U.A. e são fundamentais para combater eficazmente o Estado Islâmico em Moçambique”.

Além do programa de dois meses de Formação Conjunta de Intercâmbio Combinado (JCET), os Estados Unidos ofereceram aos militares moçambicanos equipamento médico e de comunicações.

No lançamento do programa participaram o Vice-Comandante do Comando de Operações Especiais dos E.U.A. para África (SOCAFRICA), Coronel Richard Schmidt, em representação do Departamento de Defesa dos E.U.A, enquanto o Major-General Ramiro Ramos Tulcidás representou o ministério moçambicano da Defesa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG