Links de Acesso

Estados Unidos disponibilizam quatro milhões para desminagem em Angola

  • Redacção VOA

Angola quer território livre de minas em 2025

Organizações não governamentais dizem faltar financiamento.

A embaixada dos Estados Unidos anunciou que o Governo americano vai disponibilizar quatro milhões de dólares para o processo de desminagem em Angola durante este ano.

O apoio foi anunciado na segunda-feira, 16, e enquadra-se no plano do Governo de tornar Angola livre de minas até 2025.

Do valor doado, dois milhões serão entregues à organização não-governamental britânica The Halo Trust para serem aplicados no projecto “Huambo livre de minas”, e no processo de desminagem no município do Cuito Cuanavale, província do Cuando Cubango.

Os restantes dois milhõesserão destinados à organização não governamental Mines Advisory Group e Nerwegian People's Aid, que operam nas províncias do Moxico e Malanje.

Desde 1995, os Estados Unidos investiram 125 milhões de dólares nos programas de remoção e destruição de minas terrestres.

Reino Unido e Suíça também manifestaram o seu engajamento no processo.

Entretanto, como a Voz da América revelou na segunda-feira, 16, organizações internacionais ligadas à desminagem avisaram que começa a faltar financiamento para a desminagem.

O alerta foi lançado, no último fim-de-semana, na cidade do Huambo, pelas organizações não governamentais estrangeiras The Halo Trust, MAG (Mines Advisory Group) e Ajuda Popular da Noruega.

Elas disseram que entre 2008 e 2015 o apoio internacional à desminagem registou uma redução de 89 por cento do trabalho no terreno.

XS
SM
MD
LG