Links de Acesso

Estados Unidos cortam ajuda ao Paquistão


Secretário de estado vai deslocar-se a Islamabad

Os Estados Unidos cancelaram 300 milhões de dólares em ajuda militar ao Paquistão por este país não empreender “acções decisivas” contra grupos terroristas.

Os Estados Unidos têm acusado Islamabad de ignorar a presença de grupos terroristas no seu território que levam a cabo ataques no Afeganistão.

Um porta-voz do Pentágono disse que o Departamento de Defesa quer gastar esse dinheiro em “outras prioridades urgentes”.

“Devido á falta de acções decisivas do Paquistão em apoio à estratégia do sul da Asia os restantes 300 milhões foram reprogramados … para outras prioridades urgentes”, disse o porta-voz que acrescentou que anteriormente outros 500 milhões de dólares tinham sido retirados dada programa ajuda ao Paquistão.

O ministro dos negócios estrangeiros paquistanês disse que esses fundos não eram ajuda mas sim reembolsos que os Estados Unidos deveriam fazer pelos gastos do Paquistão em melhorar a segurança regional.

Anteriormente o Presidente Donald Trump tinha dito que em troca de milhares de milhões de dólares o Paquistão tinha dado aos Estados Unidos nada mais do que mentiras e enganos”.

Desde 2002 o Paquistão recebeu 33.000 milhões de dólares em ajuda dos Estados Unidos

Os Estados Unidos acusaram anteriormente os serviços secretos paquistaneses de financiarem os Talibã tanto por razões ideológicas como parte de uma tentativa de colmatar a influência da India no Afeganistão

O congresso americano tem que aprovar o corte na ajuda ao Paquistão.

O secretário de estado americnao Mike Pompeo deverá visitar Islamabad nos próximos dias

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG