Links de Acesso

Estados Unidos reiteram "possibibilidade eventual" de conversas com a Coreia do Norte


John J. Sullivan, sub-secretário de Estado americano

John J. Sullivan, sub-secretário de Estado americano, adverte que Estados Unidos e aliados estão preparados se a diplomacia falhar

Os Estados Unidos não descartam a possibilidade eventual de conversas directas com a Coreia do Norte, disse o vice-secretário de Estado americano, John J. Sullivan, nesta terça-feira, 17, horas depois de Pyongyang anunciar que uma guerra nuclear pode irromper a qualquer momento.

“Eventualmente, não descartamos, claro, a possibilidade de conversas directas”, disse Sullivan em Tóquio antes de se reunir com seu homólogo japonês, adiantando que “nosso foco está na diplomacia para resolver este problema apresentado pela Coreia do Norte, mas devemos, com os nossos aliados, Japão, Coreia do Sul e outros, estar preparados para o pior, caso a diplomacia fracasse”.

A tensão aumentou depois de uma série de testes de armas da Coreia do Norte e afirmações do Presidente americano Donald Trump, e do líder norte-coreano, Kim Jong Un.

A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram na segunda-feira, 16, exercícios navais conjuntos de uma semana de duração nas águas ao redor da Península Coreana, com 40 embarcações das duas forças armadas.

A imprensa estatal norte-coreana disse hoje que os “esforços desesperados” dos aliados para impedir o avanço de seu país só justificam que este continue desenvolvendo seu programa nuclear “até o fim”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG