Links de Acesso

Estados Unidos classificam eleição presidencial guineense de ordeira, livre, transparente e justa


Tulinabo S. Mushingi, embaixador americano acreditado em Bissau

A embaixada dos Estados Unidos na Guiné-Bissau considera que a segunda volta da eleição presidencial decorreu de forma ordeira, livre, transparente e justa e felicitou as autoridades e os eleitores.

Em nota, a representação diplomática em Bissau “felicita o povo, os partidos políticos e o Governo da Guiné-Bissau pela segunda volta bem-sucedida das eleições presidenciais”, bem como “a Comissão Nacional de Eleições, forças de segurança e sociedade civil e os parceiros internacionais pela sua importante contribuição”.

“As equipas de observação eleitoral dos Estados Unidos testemunharam um processo de votação ordeiro, livre, transparente e justo, conduzido de maneira profissional por autoridades eleitorais e de segurança”, concluiu o comunicado enviado à imprensa nesta terça-feira, 31.

A segunda volta aconteceu no domingo, 29, e a Comissão Nacional de Eleições promete divulgar amanhã os resultados provisórios.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG