Links de Acesso

Equipa afegã de robótica chegou aos Estados Unidos

  • Redacção VOA

Estudantes afegãs da equipa de robótica

Após recusa de visto, o presidente Donald Trump interveio pessoalmente para autorizar a entrada das estudantes

A equipa afegã de robótica já se encontra nos Estados Unidos para uma competição internacional, após intervenção do presidente Donald Trump para autorizar a sua entrada.

A embaixada dos Estados Unidos no Afeganistão havia recusado o visto de entrada da equipa exclusivamente constituida por de raparigas, por razões desconhecidas.

A VOA reportou, na quarta-feira, que tal decisão fora anulada após o presidente Trump ter dado um permissão especial.

Outra equipa de estudantes da Gâmbia foi autorizada a entrar nos Estados Unidos depois de uma rejeição inicial.

O presidente da FIRST Global, que organiza a competição de robótica, é Joe Sestak, ex-congressista democrata e almirante na reforma.

Sestak agradeceu a Casa Branca e o Departamento de Estado por terem permitido a viagem das equipas de estudantes do Afeganistão e Gâmbia.

Estudantes africanos numa competição de robótica
Estudantes africanos numa competição de robótica

O evento anual, que inicia domingo, em Washington, terá a participação de 157 países, entre eles Cabo Verde e Moçambique.

A FIRST Global diz que o evento visa criar o interesse pela ciência, tecnologia, engenharia e matemática no mundo.

O foco da competição é encontrar soluções usando a robótica em áreas como água, energia, medicina e produção alimentar.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG