Links de Acesso

Empresário somali diz que corpos encontrados em Sofala são de etíopes com passaportes somalis


Mais quatro corpos foram encontraosem Cheringoma

As autoridades da província de Sofala, em Moçambique, descobriram mais quatro corpos nas proximidades do distrito de Cheringoma, onde foram encontrados 13 corpos abandonados no dia 23 de Dezembro, informaram fontes da Procuradoria Provincial.

Entretanto, um membro da comunidade somali em Sofala disse à VOA que, segundo informações preliminares, os 13 corpos encontradas na terça-feira, 26, apontam para etíopes que portavam passaportes da Somália.

Os novos corpos estavam nas matas do distrito de Maríngue e ainda é desconhecida a nacionalidade destas pessoas, de acordo com fontes da Procuradoria Regional da Sofala citadas pelo jornal O País.

Ontem, fontes da VOA no local disseram que as autoridades suspeitam que os 13 corpos encontradas anteriormente são de cidadãos de nacionalidade somali, que terão morrido num contentor.

Hoje, Abdi Fatah, empresário e membro da comunidade somali em Nampula, disse ao serviço somali da VOA da que “tentamos descobrir a identidade exacta dessas pessoas mortas e tivemos a informação que a maioria delas eram etiopes com passaportes da Somália. Mas a comunidade tenta ainda confirmar se havia somalis no grupo e quantos eram”.

A perícia, que incluiu os sectores de Saúde, Serviço de Investigação Criminal e a Procuradoria Geral da Republica, deslocou-se ao local na terça-feira, 26, para a recolha de amostras e dados para a investigação do caso, que já tem um processo aberto na procuradoria provincial de Sofala.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG