Links de Acesso

Sem salários há 44 meses, trabalhadores da empresa de pontes de Angola mantêm vigília

  • Coque Mukuta

Escreveram ao Presidente João Lourenço, mas sem resposta

Há uma semana que os trabalhadores da Empresa Nacional de Pontes pediram ao Presidente angolano João Lourenço que intervenha para resolver o impasse em que se encontram, sem receber salários há 44 meses.

Até agora, eles não receberam qualquer resposta.

Em Agosto, a Empresa Nacional de Pontes liquidou apenas quatro dos 46 meses então em falta, tendo, na ocasião, o chefe do Departamento de Contabilidade e Finanças apontado a falta de liquidez do Banco de Poupança e Crédito (BPC) causa do atraso

Sem resposta do novo Presidente, os mais de 400 trabalhadores mantêm a vigília até ao pagamento da divida, segundo Mateus Muanza primeiro secretário da comissão sindical da Empresa Nacional de Pontes.

Muanza disse à VOA que a situação "continua péssima" e apela ao actual Presidente.

A direcção da empresa promete pagar a dívida mas os trabalhadores não vêm qualquer luz no fundo do túnel.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG