Links de Acesso

Em visita à Tóquio, Trump minimiza ameaça norte-coreana


Donald Trump no Japão, 25 de Maio, 2019.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o seu conselheiro de segurança nacional, John Bolton, estão publicamente em desacordo sobre a gravidade da ameaça que a Coreia do Norte actualmente representa.

Num tweet matinal a partir de Toquio, Trump ripostou a John Bolton, que no dia anterior havia dito à imprensa que "sem dúvida" o recente teste de mísseis balísticos de curto alcance da Coreia do Norte violou uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU).

A observação de Bolton foi a primeira de um funcionário do governo americano a descrever os lançamentos norte-coreanos como uma violação das resoluções da ONU.

"A Coreia do Norte disparou algumas armas pequenas que perturbaram” alguns da minha equipa e outros, “mas não a mim",escreveu Trump no seu tweet.

O tweet de Trump sobre a Coreia do Norte causou confusão e consternação, não apenas dentro do governo, mas também entre os aliados dos Estados Unidos na região, disseram altos funcionários da Casa Branca que viajam com o presidente.

Alguns analistas dizem que os lançamentos de mísseis são de fato uma preocupação.

"Está bem claro que o lançamento do míssil foi uma violação das sanções da ONU, seja qual for o alcance. A realidade é que as forças americanas e civis na Coreia do Sul e Japão já estão ao alcance de mísseis norte-coreanos, então aceitar mísseis de curto ou médio alcance coloca os Estados Unidos em risco, assim como os nossos aliados Japão e República da Coreia”, disse à VOA Kevin Maher, consultor de segurança de Washington e ex-chefe do Departamento de Assuntos do Japão no Departamento de Estado.

"Essas realidades são inconvenientes se o objetivo é mostrar que uma relação pessoal com o ditador Kim Jung irá interromper os programas nucleares e de mísseis da Coreia do Norte,” acrescentou Maher.

O presidente dos EUA expressou confiança de que o líder norte-coreano, Kim Jong Un, "manterá a sua promessa" de avançar para a desnuclearização.

No tweet, Trump também disse que sorriu quando Kim chamou o ex-vice-presidente americano Joe Biden de "um indivíduo de QI (quociente intelectual) baixo".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG