Links de Acesso

Economistas angolanos alertam para a fragilidade da economia


Fecho de empresas é sinal de falta de crescimento, afirmam

Dois economistas angolanos avisaram que a recuperação económica tem pela frente um árduo e difícil caminho.

Isto depois do vice-governador do Banco Nacional de Angola, Manuel António Dias ter afirmado num encontro numa reunião de estatísticas dos bancos centrais dos países lusófonos que o país está criar um novo ambiente de negócios que vai contribuir para a estabilização da economia angolana.

Ecomists alertam para a continuaçao de dificuldades economicas em Angola - 1:49
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:49 0:00

O economista Precioso Domingos fez no entanto notar que a economia do país “está há dois anos em recessão, 2016 e 2017”.

“O Instituto Nacional de Estatística já veio dizer que o primeiro trimestre não foi bom, ou seja, a economia ao invés de avançar está a decrescer’’, acrescentou.

Uma das consequências, na visão do economista e consultor empresarial Janísio Salomão, é o fecho de empresas, muito associado à falta de financiamentos.

‘’Está difícil o acesso ao financiamento, e o pouco empresariado que o tem sente as altas taxas de uro e o curto prazo para o reembolso do capital”, disse.

“Notamos o encerramento de empresas devido à crise que se faz sentir no país’’, concluiu Salomão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG