Links de Acesso

Donald Trump reconhece que Rússia fez ataques virtuais nas eleições americanas

  • Redacção VOA

Donald Trump e Vladimir Putin

Revelação é do futuro chefe de gabinete de Trump.

O Presidente eleito dos Estados Unidos aceitou a conclusão das agências norte-americanas de inteligência de que a Rússia apoiou ataques virtuais com a finalidade de interferir nas eleições presidenciais.

A afirmação foi feita neste domingo, 8, pelo futuro chefe de gabinete de Donald Trump, Reince Priebus, ex-presidente do Comité Nacional Republicano.

"Ele aceita o facto de que neste caso particular entidades da Rússia tiveram participação", disse Priebus em entrevista ao "Fox News Sunday".

Os comentários de Priebus marcam uma mudança significativa na postura do futuro Presidente, que até a passada sexta-feira, 6, negou que os russos tentaram ajudá-lo nas eleições e argumentou que as acusações eram uma tentativa dos seus adversários políticos diminuirem sua vitória.

Este foi a primeira vez que um membro da equipa Donald Trump aceitou o envolvimento de Rússia na divulgação de emails do Partido Democrata durante a campanha eleitoral de 2016.

Reince Priebus disse ainda que o Presidente eleito quer que as agências façam recomendações do que deve ser feito e que "algumas acções serão tomadas", sem adiantar qualquer detalhes.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG