Links de Acesso

Diversos casos de peculato estão a ser investigados na Huíla


Administração do Lubango

Procuradoria lamenta exiguidade do pessoal

Cerca de 30 processos-crime de desvio de fundos do Estado estão em fase avançada de instrução preparatória junto do Serviço de Investigação Criminal na província angolana da Huíla, disse o sub-procurador-Geral da República da Huíla, Hernâni Beira Grande.

Huíla combate corrupção - 1:27
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:27 0:00

O representante do Ministério Público na região recusou-se a avançar mais detalhes sobre as entidades envolvidas nos aludidos processos por estarem sob o segredo de justiça.

«Esta é a fase de instrução preparatória em que os processos estão no segredo de justiça», disse Beira Grande.

Apesar da Procuradoria-Geral da República na Huíla estar em condições de fazer face aos crimes económicos, Hernâni Beira Grande, não deixou de lamentar a exiguidade de pessoal.

“No que toca ao pessoal nós temos magistrados não em número suficiente, mas os magistrados estão em altura para trabalhar em todo este tipo de processos», acrescentou.

Hernâni Beira Grande, que falava numa rádio local, anunciou ainda a soltura sob pagamento de uma caução do antigo gestor da Sociedade de Desenvolvimento Agrícola da Matala, (SODMAT), Luís Arsénio Salvaterra e seus pares, recentemente detidos pelo suposto descaminho de cerca de quatro milhões de dólares.

Os indivíduos que viram assim a medida de coação atenuada pelo Tribunal Provincial da Huíla vão aguardar o julgamento em liberdade.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG