Links de Acesso

Dirigente sindical em greve de fome em Cabo Verde


Palácio da Justiça da Praia

José Manuel Vaz diz que a justiça não vai bem e protesta contra intimação

O presidente da Confederação dos Sindicatos Livres (CCSL-Central Sindical) de Cabo Verde, José Manuel Vaz, iniciou nesta terça-feira, 26, uma greve fome em protesto contra uma intimação para ser ouvido no Tribunal da Praia no âmbito de umalegado processo interposto contra a sua pessoa.

O sindicalista disse à VOA que recebeu uma nota sem carimbo da instituição judicialnem o motivo da convocação e, por isso, recusa-se a entrar no tribunal, optando neste caso por permanecer no exterior do edifício em greve de fome.

José Manuel Vaz considera que a justiça “não funciona bem” no arquipélago, daí ter escolhido “essa forma de protesto para chamar a atenção das autoridades nacionais e intencionais pela situação”.

Apesar de afirmar não conhecer os motivosque estão na base da sua chamada ao Tribunal da Comarca da Praia, o líder da CCSL desconfia tratar-se de um caso relacionado com a greve da Polícia Judiciária em 2015.

Na altura, houve uma troca de acusações entre dirigentes da referida central sindical e o então ministro da Justiça, José Carlos Correia.

Vaz mostra-se indignado com a situação e acusa o sistema judicial e ignorar a resolução de muitos casos relativos à vida de váriostrabalhadorese que levam anos nos tribunais sem respostas.

Em contrapartida afirma que “tenta mostrar serviço noutros casos de menos relevância".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG