Links de Acesso

Dirigente do Movimento Independentista de Cabinda detido


Sebastião Macaia Bungo preso em casa

O secretário para Informação e Comunicação do Movimento Independentista de Cabinda (MIC), Sebastiao Macaia Bungo, foi detido nesta terça-feira, 12, aumentando para 77 o número de membros do grupo presos nas últimas duas semanas.

A confirmação foi avançada por fontes em Cabinda nas redes socais.

“O eng. Sebastião Macaia foi detido na amanhã de hoje 12 de Fevereiro, na sua casa pelo regime colonial angolano”, escreveu Leo Ton Mabiaia na sua página de Facebook.

Na mesma rede social, Silvio Sumbo escreveu em inglês: “Mais uma prisão em Cabinda, o grande activista e independentista eng. Sebastião Macaia foi detido na sua residência. Há uma autêntica caça às bruxas em Cabinda”.

As prisões começaram a 28 de Janeiro, dias antes de uma marcha prevista pelo MIC para o dia 1 de Fevereiro para assinalar mais um aniversário do Tratado de Simulambuco, que colocou Cabinda sob o protectorado de Portugal.

Desde então, segundo dados dos activistas 77 membros e próximos do MIC foram detidos, sem que, até agora tenham sido presentes à justiça, ao contrário do que determina a lei, como disseram à VOA os seus advogados.

Em entrevista à VOA a 4 de Fevereiro, Sebastião Macaia Bungo acusou a polícia angolana de continuar a fazer uma “caça às bruxas” em Cabinda.

“Muitos dos nossos irmãos estão escondidos porque a polícia tem estado a cercar as suas casas numa caça às bruxas”, acrescentou Macaia Bungo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG