Links de Acesso

Direitos humanos continuam a ser violados em Angola, afirma investigador


Policia detém manifestantes em Angola

País está a "duas velocidades" com situação melhor em Luanda, mas sem alteração no interior

Os direitos humanos e os activistas continuam a não ser respeitados em Angola, embora a situação seja menos negativa em Luanda.

Nas zonas afastadas dos grandes centros é “uma vergonha” para os angolanos, disse o investigador Cláudio Ramos Fortuna.

Essa situação foi alvo de um debate organizado pela “Friends of Angola” (Amigos de Angola), uma organização criada para consciencializar a comunidade mundial sobre os desafios enfrentados por Angola e para apoiar a sociedade civil angolana.

Cláudio Ramos Fortuna, jornalista e investigador do Centro de Estudos Africanos da Universidade Católica de Angola, disse que a situação não se alterou muito, apesar do novo Governo ter dado indícios de abertura.

Situação de direito shumanos em Angola aind aé má -1:39
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:39 0:00

Fortuna apresentou um relatório sobre o assunto e foi moderador do debate, no qual deu como exemplo a perseguição de uma mulher na Lunda Norte por ter feito parte de um grupo de manifestantes.

“Ainda ontem na Lunda Norte uma senhora viu a sua casa destruída por ter participado de uma manifestação”, disse Fortuna afirmando que no capítulo do respeito pelos direitos humanos “ temos um país de duas velocidades”.

A “Friends of Angola” tem realizado estudos sobre a situação dos activistas em Angola desde 2017.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG