Links de Acesso

Prisão de ardina causa controversua no Uíge


Capa do jornal Liberdade

Director da Comunicação Social no Uíge acusado de impedir distribuição de jornais

O director da Comunicação Social na província do Uíge é acusado pelo representante do jornal Liberdade de importunar os jornalistas dos órgãos privados e de impedir a venda do semanário.

Olavo Feiteira Castigo culpou também o Governo pelas constantes apreensões dos seus ardinas que vendem o jornal Liberdade.

A VOA falouc om o funcionário da justiça acusado de prender um dos ardinas do jornal Liberdade.

Lemos Kanda defendeu-se dizendo que “o ardina não cumpriu as ordens que proibia a venda de qualquer produto ao redor do palácio da justiça”.

Por sua vez, o juiz Quiala Alberto, falando como especialista à VOA, repudiou a acção do funcionário, que considerou ser contra a ética e a deontologia profissional.

Acompanhe a reportagem:

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG