Links de Acesso

Dhlakama anuncia trégua definitiva

  • André Baptista

Líder da Renamo acredita num acordo duradoiro

Comunicação formal ao país acontece amanhã

O líder da Renamo, Afonso Dhlakama, vai conceder uma trégua definitiva até a assinatura de um terceiro acordo de paz entre o Governo e o principal partido da oposição, que estão envolvidos em negociações directas de pacificação de Moçambique desde o passado mês de Dezembro.

“A trégua que dei está a andar, mas ao invés de continuarmos a dar 60 dias, renováveis são poucos, agora penso que posso dar a trégua sem prazo”, declarou Afonso Dhlakama numa entrevista telefónica nesta quarta-feira, 3, mas alertou que a trégua definitiva será o fim da guerra, que só será declarada com a assinatura de um acordo entre o Governo e a Renamo.

Dhlakama, que deverá fazer o anúncio do prolongamento da trégua esta quinta-feira, 4, em teleconferencia, a jornalistas em Maputo, afirmou que um dos passos visíveis do avanço das negociações é a retirada das forças governamentais da Gorongosa, um processo que deverá ser finalizado até Junho .

Afonso Dhlakama afirmou que os grupos do Governo e da Renamo deverão chegar a Gorongosa amanhã para dar início ao funcionamento dos centros de verificação e controlo da pacificação de Moçambique.

Um dos centros vai ficar instalado na Gorongosa, região de maior movimentação da Renamo, com oito pessoas, sendo quatro de cada lado, enquanto o outro funcionará em Maputo com duas pessoas do Governo e duas da Renamo.

Contudo o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, negou que haja “secretismo nas negociações”, assegurando que estão a preservar apenas ideias e passos para serem amadurecidos, que deverão dar num acordo sem lacunas como os anteriores dois acordos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG