Links de Acesso

Detido cidadão que roubou imagens em igreja no Uíge


Ele justificou o roubo com a "dominação" da Igreja Católica

Um membro da Igreja Padista, na província angolana do Uíge, foi acusado de roubar três imagens da vírgem Maria e uma cruz de Jesus Cristo, que têm servido de veneração para os católicos na paróquia da Imaculada Conceição, no município de Quimbele.

Lubelesenako Maniama Luzeidiamboko André, de 37 anos, está preso e vai ser entregue à justiça.

Uíge : Imagens roubadas de igreja católica em nome de igreja pan africana- 1:41
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:41 0:00

Durante um trabalho de investigação da polícia no município de Quimbele, ele foi detido e acusado de ter assaltado a paróquia no dia 20 de Janeiro.

“A polícia foi ao encontro do infractor e encontrou as imagens enterradas num saco de 100 quilos, ele vai ser agora entregue à justiça”, confirmou o chefe de secção do Comando Municipal da polícia, Jorge Paulo Gomes.

Em sua defesa, Lubelesenako Maniama luzeidiamboko André apresentou a doutrina católica como sendo falsa, dominativa e contra a religião africanista.

“O que me levou a ir buscar as imagens é que a Igreja Católica é uma igreja medieval que estava no centro universal como uma potência dominante do mundo, eu pretendia proclamar a religião verdadeira da raça negra, e as imagens, que seriam a prova material, estavam enterradas num quintal onde eu vivo”, reconheceu.

Por sua vez o pároco católico naquele município lamentou o sucedido, mas disse ter ficado satisfeito com o trabalho da polícia que recuperou as imagens.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG