Links de Acesso

Democratas dizem que se Trump não for condenado será estabelecido um terrível padrão de conduta presidencial


Jamie Raskin, líder da equipa de acusação dos democratas no julgamento do Senado

Nesta sexta-feira, defesa de Donald Trump apresenta a sua tese baseada na liberdade de expressão do antigo Presidente

Os democratas que integram a equipa de acusação no julgamento do antigo Presidente Donald Trump afirmaram nesta quinta-feira, 11, haver evidências "claras e esmagadoras" de que Trump incitou a insurreição ao enviar os seus apoiantes ao Capitólio no dia 6 de Janeiro quando os congressistas certificavam o resultado da eleição que deu vitória de Joe Biden.

Nas alegações finais, o chefe da equipa, o representante Jamie Raskin, disse aos 100 senadores que eles devem usar "bom senso no que aconteceu aqui".

“É um princípio fundamental que ninguém pode incitar um motim na democracia americana”, sustentou Raskin, argumentando que depois de ter exortado os apoiantes a seguir para o Capitólio, “ele não fez nada por pelo menos duas horas” para acabar com o caos que deixou cinco pessoas mortas, incluindo um polícia do Capitólio.

“Ele traiu-nos”, reiterou Raskin, para quem “ele incitou uma violenta insurreição contra o nosso Governo e deve ser condenado”.

Durante 12 horas, a equipa da acusação concluiu as suas alegações, durante as quais exibiu dezenas de comentários de Trump no Twitter e nos ecrãs de televisão nas semanas que antecederam a eleição, com as suas teorias de que a única maneira de perder para Biden seria se a eleição fosse roubada.

Eles pediram a sua condenação para o futuro porque consideraram que, caso contrário, qualquer Presidente pode promover violência em fim de mandato.

“Que conduta impugnável é esta? Se você não descobrirem [que Trump cometeu] crimes e contravenções, estabelecerão um novo e terrível padrão de conduta presidencial”, concluiu Raskin.

Nesta sexta-feira, 12, a defesa de Donald Trump apresentará a sua versão que vai assentar na liberdade de expressão de Trump, garantida pela primeira emenda da Constituição, e que houve fraude na eleição.

Também os advogados vão sustentar que as pessoas que invadiram o Capitólio o fizeram por sua conta e sem qualquer responsabilidade de Donald Trump.

Embora a equipa de defesa tenhas dois dias para apresentar as suas alegações, num total de 16 horas, informações apontam que pretende fazê-lo, eventualmente, em apenas três horas.

Para ser condenado, 67 senadores devem votar a favor, mas até agora, admite-se que apenas seis republicanos podem juntar-se aos 50 democratas.

Senado dos EUA pesa papel de Trump no Assalto ao Capitólio em 6 de Janeiro
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:40 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG