Links de Acesso

Defesa de Lula da Silva recorre à justiça para evitar prisão imediata


Lula da Silva

Defesa apresenta pedido habeas corpus preventivo junto do Superior Tribunal de Justiça

Os advogados de Lula da Silva entraram nesta terça-feira, 30, no Superior Tribunal de Justiça com um pedido de habeas corpus preventivo para afastar a possibilidade de antecipação de cumprimento da pena a que o ex-presidente foi condenado, na última semana, a 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do apartamento no Guarujá, litoral do Estado de São Paulo.

O pedido foi realizado para evitar que isso ocorra antes que os tribunais superiores de Brasília esgotem a discussão do caso.

No julgamento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, os desembargadores afirmaram que o petista dever ser preso assim que os recursos que seus advogados apresentarem à corte forem julgados.

A defesa pretendia esperar que os embargos de declaração que fará ao TRF-4 fossem apresentados para só então decidir se pediria um habeas corpus ao STJ.

Mas decidiu entrar com o recurso depois que vários habeas corpus foram apresentados por pessoas desconhecidas, que não têm qualquer relação com o ex-governante ou com os advogados que o representam.

Especialistas afirmam que as possibilidades de Lula no Superior Tribunal de Justiça são consideradas remotas.

Caso o relator dos casos da Operação Lava Jato na corte, Félix Fischer, negue o pedido, o caso será encaminhado à 5ª Turma do STJ.

Em caso de nova derrota, os defensores de Lula da Silva devem então entrar com pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG