Links de Acesso

Cabo Verde: Crime pode abanar turismo na Ilha do Sal


Menino brincando no mar, Cabo Verde. Foto de Zé Pereira.

Empresários estão seriamente preocupados com a situação de insegurança, temem pela vida de cada um e a própria economia da ilha.

A onda de assaltos a pessoas e bens na Ilha do Sal, maioria de casos à mão armada,tem tirado o sossego e tranquilidade dos residentes, que se mostram revoltados com a situação.

Crime pode abanar turismo na Ilha do Sal
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:22 0:00

Ninguém escapa as acções dos criminosos. O caso mais recente foi o conhecido Cidadão Kula, homem da cultura, que ao reagir a um assalto foi agredido mortalmente.

Os empresários também estão seriamente preocupados com a situação de insegurança, temem pela vida de cada um e a própria economia da ilha.

Patone Lobo um conhecido empresário no ramo da hotelaria afirma que se as autoridades competentes não adoptarem outra politica, o turismo que é o maior motor económico do Sal e do país sairá prejudicado.

"Ninguém escapa aos criminosos, todos somos alvo de assaltos e agressões, já não aguentamos a este tipo de coisas. Pedimos urgentemente o reforço e melhoria da segurança ", desabafa Patone.

Aquele empresário e figura conhecida do Sal pede o engajamento de todos, com realce para as autoridades locais e centrais, no sentido de apertar o cerco à venda ilegal de bebidas e drogas, bem como na atribuição de licenças e fiscalização de horários.

O director nacional da Policia Nacional(PN), Emanuel Estaline, confidenciou à VOA que as autoridades competentes trabalham seriamente para garantir mais e melhor segurança em todas as ilhas do arquipélago.

No caso particular da ilha turística do Sal, o chefe máximo da PN fala no reforço do contingente com mais 25 agentes, e alguns oficiais, para aumentar o patrulhamento urbano, bem como o trabalho de investigação.

A vigilância marítima e área serão igualmente reforçadas, já que com a normalização da situação num determinado ponto do país, nota-se a movimentação dos criminosos de uma ilha para outra, diz o director nacional da polícia.

“Penso que a polícia tem grande responsabilidade em matéria de segurança, mas entendo que os cidadãos e as Câmaras municipais também jogam um papel importante na prevenção e reforço da segurança, daí pedirmos a estreita colaboração de todos”, destaca Estaline.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG