Links de Acesso

Covid-19: recorde de mortes registado na terça-feira, 17


Nova onda de infecções na Europa e na América

O levantamento da Universidade Johns Hopkins, aqui em Washington, registou a terça-feira, 17, como o de maior número de mortes devido à Covid-19 em todo o mundo, superando os dados do passado dia 4: foram mais de 1,3 milhão.

Os países com números mais altos foram os EUA (248 mil), Brasil (166 mil), Índia (130 mil), México (99 mil) e Reino Unido (52 mil).

Entretanto, o pico de mortes durante a primeira onda de contágio do novo coronavírus foi registaado em 17 de abril, com 8.365.

Em todo o mundo, há 55,6 milhões de casos notificados e, na semana passada, registou-se um recorde diário de infectados por três dias consecutivos.

Estes números surgem, como previam os especialistas, devido a uma segunda onda de contágio na Europa e mais de 100 mil casos diários nos Estados Unidos desde o início do mês.

Para tentar conter o avanço do vírus, diversos países da Europa voltaram a tomar medidas de confinamento e outras medidas de restrição.

O mesmo tem acontecido nos Estados Unidos, a nível dos Estados.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG