Links de Acesso

COVID-19: Autoridades cabo-verdianas "combatem" relaxamento antes do tempo


Baixa da cidade da Praia

As autoridades cabo-verdianas estão preocupadas com o aumento de casos da Covid-19 na capital do país, Praia, e o incumprimento das medidas de prevenção e confinamento por parte de muitas pessoas.

Na terça-feira, 5, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, se insurgiu contra o comportamento dos incumpridores das normas sanitárias e pediu a intervenção mais enérgica das forças da ordem.

Ele chamou de “heróis do equívoco” às pessoas que desrespeitam o estado de emergência, entre elas, segundo Fonseca, gente instruída e bem informada.

Por seu lado, o diretor nacional da Saúde, Artur Correia, reprovou essas atitudes e disse que se todos não colaborarem de forma responsável “a situação em termos de novos caos de infeção e óbitos poderá piorar drasticamente".

Um estudo realizado pelo matemático José Augusto Fernandes no mês passado indica que até julho o arquipélago pode registar até cerca de 32 mil infetados e perto de 500 mortos.

Os números, no entanto, foram contestados por médicos e economistas.

Até esta quarta-feira, 6, o país registava 191 infetados, dos quais dois morreram.

A VOA ouviu residentes na capital e a psicóloga Jacline Freire.

Acompanhe:

COVID-19: Autoridades cabo-verdianas "combatem" relaxamento antes do tempo
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:04 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG