Links de Acesso

COVID-19: Angola recebe quinto lote da vacina Pfizer doado pelos EUA


Secretário de Estado Ministério da Saúde para Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio (esq.) e Embaixadora dos EUA em Angola, Nina Maria Fite (no meio) no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro recebem doação de vacinas COVID-19. Out. 28, 2021

Chegou nesta quinta-feira, 28 de Outubro, a Luanda, um quinto lote de vacinas contra a COVID-19, doado pelos Estados Unidos, no âmbito da iniciativa global COVAX.

Este quinto lote eleva o número total de vacinas Pfizer contra a COVID-19 fornecidas a Angola pelos Estados Unidos para 2.832.170 (os lotes anteriores chegaram em Agosto e em Setembro).

"Os EUA são o maior doador individual de vacinas contra a COVID-19 para Angola e um parceiro comprometido na luta contra a pandemia da COVID-19, bem como outros desafios de saúde", lê-se em comunicado da Embaixada dos Estados em Angola, enviado às redacções.

Angola recebe doação de vacinas da COVID-19 dos Estados Unidos no âmbito da COVAX, Aeroporto 4 d Fevereiro, Out. 28, 2021
Angola recebe doação de vacinas da COVID-19 dos Estados Unidos no âmbito da COVAX, Aeroporto 4 d Fevereiro, Out. 28, 2021

Segundo o Secretário de Estado do Ministério da Saúde para a Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio, em declarações aos jornalistas no aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, "a vacinação contra a COVID-19 é gratuita" e estas doses entregues hoje serão para quem deve tomar a segunda dose da vacina da Pfizer.

Embora sejam maioritariamente para a segunda inoculação, Inocêncio disse ainda que dentro destas 585 mil doses poderão ser também abrangidas pessoas que não tenham tomado a primeira dose.

O Secretário de Estado disse também que Angola espera receber doses da AstraZeneca, prevista para 2 de Novembro.

Até ao momento, os Estados Unidos distribuíram mais de 200 milhões de doses de vacinas em mais de 100 países. No continente Africano, 42 países receberam mais de 45 milhões de doses de vacinas. Cada dose é uma promessa entregue e faz parte do compromisso global dos EUA de fornecer 1,1 bilIião de doses.

"O compromisso do presidente Biden em fortalecer a luta contra a pandemia global é baseado na partilha de vacinas e na transparência para melhor equipar e alinhar com as estratégias do país para voltar ao normal", escreve o comunicado da Embaixada americana.

Como disse o Presidente Biden, "os Estados Unidos estão empenhados em trazer a mesma urgência aos esforços de vacinação internacional que demonstramos em casa. Estamos a compartilhar essas vacinas para salvar vidas e para liderar o mundo para acabar com a pandemia.”

A COVAX é uma parceria entre a União Africana a GAVI, a Vaccine Alliance e os EUA.


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG